Bem-vinda à emocionante jornada da maternidade
Search Bar

Semana 0 - Semana 12

7 dicas para auxiliar no processo de quem engravidar

Femibion: dicas para casais e mulheres que planejam engravidar

Algumas mulheres ficam em dúvidas sobre o que fazer para engravidar. Além de ter relações sexuais durante o período fértil e interromper o uso de contraceptivos, quem deseja ter um filho está sempre em busca de medidas que podem ser grandes aliadas na hora de planejar uma gestação. Para quem quer saber como ficar grávida, a primeira dica é conhecer bem o seu corpo e cuidar da saúde íntima e física. Para te ajudar, reunimos 7 dicas para engravidar e os fatores que interferem na fertilidade feminina.

1. Suplementação com vitaminas

A suplementação com vitaminas é uma das importantes opções para quem deseja engravidar. A vitamina B ou ácido fólico, por exemplo, desempenha um papel importante na síntese de aminoácidos e na divisão celular, por isso, sua suplementação é indicada antes de engravidar. A Vitamina D e ferro também são recomendadas. No entanto, o uso desses suplementos deve ser feito com acompanhamento médico. Converse com seu clínico geral ou ginecologista sobre quais substâncias devem ser suplementadas para auxiliar no processo de concepção.

2. Faça um acompanhamento do seu ciclo menstrual todos os meses

O calendário menstrual é um método que contabiliza os dias férteis do ciclo menstrual. A conta vai do primeiro dia da menstruação até a chegada do próximo sangramento. Para isso, é preciso que a mulher saiba a média de duração e o padrão de regularidade do seu ciclo. Assim, fica mais fácil ter noção de quando ocorre o período fértil, momento em que as chances de engravidar são mais altas.

O período fértil é a fase do ciclo em que a mulher tem mais chances de engravidar após relações sexuais sem métodos contraceptivos. Nos ciclos regulares de 28 dias, a liberação do óvulo ocorre na metade, ou seja, 14 dias após a chegada da menstruação. Esse dia corresponde ao pico de fertilidade. Sendo assim, procure ter contato íntimo com seu parceiro nesse dia ou, pelo menos, nos 5 anteriores.

3. Invista em uma alimentação rica em vitaminas e minerais

A recomendação é que uma pessoa que queira engravidar esteja bem nutrida, pois as funções reprodutoras estão diretamente ligadas a ingestão de nutrientes e vitaminas. Dê preferência a uma dieta saudável e rica em zinco e vitaminas do complexo B.

4. Consuma álcool com moderação

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode alterar os níveis dos hormônios responsáveis pela ovulação, interferindo no ciclo menstrual e no transporte dos espermatozóides. Sua ingestão exagerada altera o pH vaginal e prejudica a mobilidade dos espermatozóides dentro do organismo da mulher.

5. Tenha noites de sono de 8 horas diárias

O sono é uma das funções mais importantes para a saúde reprodutiva. Dormir bem regula a produção hormonal do ciclo menstrual. Por isso, invista em uma rotina de, pelo menos, 8 horas de sono por dia. Quem dorme pouco também está mais propício a desenvolver quadros de estresse, ansiedade e irritabilidade. Outro cuidado fundamental é evitar alterações cronológicas muito bruscas, como ir para cama em horários variados ou trocar o dia pela noite. A recomendação é estabelecer um horário fixo para deitar e acordar diariamente. Para quem tem dificuldade em pegar no sono, manter uma rotina noturna é essencial. Diminuir as luzes da casa e não usar aparelhos eletrônicos antes de ir para a cama são algumas medidas que dão bastante resultado.

6. Evite o sedentarismo

A prática regular de exercícios físicos melhora o controle hormonal e os níveis de energia. Manter o corpo em movimento também melhora a circulação sanguínea, reduz os níveis de estresse e libera substâncias relacionadas a sensação de bem-estar, condições que estimulam a libido. Contudo, evite treinos muito intensos, pois atividades físicas em excesso podem provocar irregularidade menstrual. Isso acontece devido a produção de prolactina, hormônio que altera as taxas de FSH e LH, dois principais responsáveis pela ovulação. O ideal é montar uma rotina de exercícios físicos moderados, com duração de 30 minutos à 1h30, no máximo.

7. Faça consultas regulares ao ginecologista

Toda pessoa que planeja uma gestação precisa entrar em contato com um ginecologista. Nessa etapa, vale a pena fazer exames para verificar suas condições de saúde. Por isso, antes de cortar o anticoncepcional, converse com o seu ginecologista. Para quem está tentando engravidar há mais de um ano, mas sem sucesso, a recomendação é a mesma. Inúmeros fatores podem interferir na fertilidade feminina, como idade, problemas nos órgãos do reprodutor, disfunções hormonais, ovários policísticos, entre outros. O tratamento para cada causa é realizado de acordo com a causa do problema e orientação médica.

Fontes: https://www.febrasgo.org.br/images/pec/Protocolos-assistenciais/Protocolos-assistenciais-ginecologia.pdf/Amenorreia.pdf

https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/195-planejar-a-maternidade-e-saudavel

https://sbra.com.br/noticias/estilo-de-vida-pode-provocar-infertilidade/

https://sbra.com.br/noticias/pessoas-que-planejam-ter-filhos-devem-evitar-excesso-de-alcool/

10/2021.MAT-BR-FM-21-000052

Veja também conteúdos relacionados
)

Femibion® pertinho de você!

Encontre nossos produtos nas principais farmácias físicas e online do Brasil.
ONDE COMPRAR
)